QpQ Resenha | À Beira Mar

Angelina Jolie e Brad Pitt são um casal em crise no arrastado "À Beira Mar"

Roland é um escritor que ficou famoso após o lançamento do seu livro de estreia. Já o segundo livro não foi tão bem recebido e agora ele enfrenta um bloqueio criativo. Ele e sua esposa Vanessa partem por tempo indeterminado para a deslumbrante ilha de Malta, onde, além de inspiração para um novo livro, buscam superar a crise que acometeu seu casamento.

01ABeiraMar

O enredo tem uma premissa interessante, e fica ainda mais atraente pois o casal é interpretado por Brad Pitt e Angelina Jolie (que passa a se apresentar com o acréscimo do nome Pitt). Além da beleza dos atores, as paisagens e as tomadas agraciam aos olhos, assim como o figurino classudo da década de 70.

O longa, escrito e dirigido por Angelina, tem um início lento. A crise pela qual o casal passa não nos é escancarada logo de início. Testemunhamos a existência de um abismo entre o casal pelos primeiros 40 minutos do filme, e este é seu maior problema — Angelina tem necessidade de enfatizar tanto estas circunstâncias que a primeira metade do tempo de projeção se arrasta entre melancolia excessiva e belas paisagens.

02ABeiraMar

Há uma reviravolta quando Vanessa descobre um orifício na parede de seu quarto, que permite a ela, e posteriormente também ao marido, observar um jovem e apaixonado casal no quarto ao lado. Agora, além da plateia, também os personagens passam a ser voyers do relacionamento alheio. Lea (Mélanie Laurent, de Bastardos Inglórios) e François (Melvil Poupaud, de Laurence Para Sempre) representam tudo aquilo que Vanessa e Roland não vivenciam mais: paixão, afeto e cumplicidade.

Todo o elenco entrega performances competentes, mas o destaque fica para Michel (Niels Arestrup, de Cavalo de Guerra), o senhor proprietário do bar onde Roland se embebeda diariamente. Sua vivência e ternura são um contraponto para a a frieza que se impôs entre o casal, e o experiente ator transmite esses sentimentos com seu olhar.

03ABeiraMar

Assim como o barco que Vanessa observa partir e voltar diariamente, em meio a sua monotonia, assistimos À Beira Mar por tempo demasiado. Mas é uma experiência agradável aos olhos, e em seu silêncio, nos faz refletir e ponderar sobre as questões da vida.

Nota:

Please follow and like us:
Sobre Atilio Comper Neto
Publicitário apaixonado por filmes, música e games. Evolução pokémon de um nerd, só troca uma sessão de cinema pra passear com sua cadela no parque. Sempre que pode dá uma escapadinha para Nova Iorque, onde gosta de caminhar a esmo.