QpQ Pipoca Nerd | Vingadores: Era de Ultron

"Vingadores: Era de Ultron" tenta ser mais divertido do que o primeiro filme, mas falta impacto

Se algum dos filmes do Universo Cinematográfico Marvel tem potencial para deixar sequelas em outras sequências da franquia, este título é Vingadores: Era de Ultron.

01Vingadores

No segundo filme-evento (chamo assim ambas as produções que unem as diversas franquias da produtora), tentanto proteger o planeta de ameaças como as vistas no primeiro Os Vingadores, Tony Stark busca construir um sistema de inteligência artifical que cuidaria da paz mundial. O projeto acaba dando errado e gera o nascimento do Ultron (voz de James Spader). Capitão América (Chris Evans), Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Thor (Chris Hemsworth), Hulk (Mark Ruffalo), Viúva Negra (Scarlett Johansson) e Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) terão que se unir para mais uma vez salvar o dia.

02Vingadores

Na sequência Tony Stark continua tendo de encarar o resultado de seus atos, fato recorrente desde o seu primeiro filme, em 2008. Se transformar em Homem de Ferro foi parte desse processo, e virar o defensor global que ele tenta ser em Vingadores: Era de Ultron é o passo derradeiro nesse crescimento do personagem.

O tormento pelo qual ele passa desde o buraco de minhoca do primeiro filme é o motivo que o faz se juntar a Bruce Banner (outro atormentado do Universo Marvel), na tentativa de criar uma inteligência artificial que seria responsável pela proteção mundial. Plano que não sai como o esperado, obviamente.

03Vingadores

Ultron é ameaçador, irônico, seduz e faz piada como se fosse um Homem de Ferro do mal. Ele realmente acredita que para resolver o problema do mundo precisa eliminar os vingadores e a humanidade (que em sua visão é o principal problema do mundo, e às vezes podemos concordar com ele).

O tema da sequência é mais complexo que o do filme de 2012. Por isso o tom levemente “mais sombrio” do longa. Mas essa dramaticidade é quebrada o tempo todo com humor e ação, marca registrada do estúdio.

04Vingadores

O filme é o terreno principal para os acontecimentos de Capitão América: Guerra Civil, que estreia na próxima quinta-feira. É um tanto mais épico que seu antecessor, mas não tão divertido e impactante. Ao invés de preocupar-se em se auto nivelar com os sucessos anteriores ou preparar muito o terrenos para os vindouros filmes, seria melhor se a Marvel focasse apenas em contar uma boa história no momento dos personagens.

Nota:

Stan Lee Cameo:

Críticas positivas (Rotten Tomatoes):
rotten-vingadores2

Please follow and like us:
Sobre Felipe Sclengmann
Era praticamente impossí­vel que o cinema não acabasse sendo minha paixão. Cresci no prédio onde um cinema funcionava, criado por um avô e uma avó que se conheceram trabalhando no ramo. Então, tá explicado! Falar sobre cinema é um hobbie, uma paixão, tá no meu sangue! Este é o motivo do Quadro por Quadro existir (além de aplicar os conhecimentos de uma graduação em Sistemas de Informação, a qual detesto) e ele está aí para reunir quem também ama esta arte.