QpQ Pipoca Nerd | A versão estendida de Batman vs Superman

O que esperar da versão estendida de "Batman vs Superman - A Origem da Justiça"

[ALERTA DE SPOILER]
ESTE TEXTO CONTÉM SPOILERS, CASO NÃO TENHA VISTO O FILME VOLTE DEPOIS
[ALERTA DE SPOILER]

Em março, no lançamento de Batman vs Superman – A Origem da Justiça nos cinemas, a crítica se dividiu quanto às sensações provocadas pelo filme. Minha crítica, que você pode ler clicando aqui, é uma das positivas para o filme.

Zack Snyder é um diretor com uma pegada visual presente em todos os seus filmes, mas por incrível que pareça isso o colocou no hall dos diretores detestados pela grande crítica, para a qual, não importa o filme que faça, as reviews serão negativas apenas por ser um longa do cineasta.

Não estou dizendo que Batman vs Superman não possua defeitos. Eles existem e, agora, passado todo o frisson da primeira sessão e da primeira crítica, fica mais fácil enxergá-los. O lado bom é que neste mês de julho chega às lojas o Blu-Ray com a versão estendida do filme, contendo meia hora a mais de conteúdo e detalhando algumas tramas que ficaram vazias na versão lançada nos cinemas.

Abaixo exploro um pouco do que você encontrará na versão estendida e que aprofunda e deixa Batman vs Superman – A Origem da Justiça um filme ainda melhor, na minha concepção:


01BvS

O ataque em Nairomi

Na versão cinematográfica de BvS, o ataque em Nairomi acontece muito rapidamente, sem contextualizar o lado político por trás da situação. As cenas adicionais dessa nova versão explicam essa situação e se aprofundam nos detalhes da trama africana – deixando claro, inclusive, que o fotógrafo que acompanha Lois Lane é Jimmy Olsen.

As cenas mostram que várias pessoas foram assassinadas a mando de Lex Luthor e como o bilionário manipulou tudo para incriminar o Homem de Aço, incendiando as vítimas para parecer que Clark utilizou-se de sua visão de calor, por exemplo.

Kahina Ziri, que testemunha contra o Superman na versão para os cinemas do filme, ganha mais atenção nesta variante após a perda de sua família. Na nova edição, a moça revela que sua fala foi escrita por Lex, que a está ameaçando e leva sua história a um final trágico.


02BvS

Clark Kent em ação

Na versão estendida, Clark Kent não é ofuscado completamente por Bruce Wayne. Ele tem muito mais o que fazer.

Kent visita Gotham algumas vezes em busca de Ziri e assim fica sabendo da presença de Batman e como alguns moradores locais temem o vigilante da cidade.

Numa dessas idas, ele acaba encontrando a esposa e o filho de um bandido morto na prisão apenas por ter sido marcado pelo símbolo do Batman. Esses “passeios” do herói por Gotham humanizam o personagem, mas também mostram que Lex Luthor esteve por trás disso tudo.


03BvS

A investigação de Lois Lane

A investigação de Lois Lane sobre os acontecimentos na África faz muito mais sentido com a presença da personagem de Jena Malone.

Malone, que os rumores diziam que interpretaria a Batgirl, é na verdade Jenet Klygurn. A cientista é a responsável por analisar a bala que ficou presa no caderno de anotações de Lois durante o conflito. Em outra cena, além disso, ela revela que o projétil possui o mesmo material presente na cadeira de rodas de Wallace (Scoot McNairy) – o que impediu Clark de perceber a bomba no Capitólio.


04BvS

Lex Luthor encontra o Lobo da Estepe

Numa cena excluída ao final do longa, divulgada logo que o filme chegou aos cinemas, Lex Luthor aparece aprendendo algo com o vilão Lobo da Estepe dentro da nave Kryptoniana, dando mais uma dica sobre a futura aparição de Darkseid no Universo Cinematográfico da DC.

Enquanto isso, no encontro final entre Batman e Lex, já na prisão, a cena ganha novos diálogos nos quais o Homem-Morcego ameaça transferir Lex para o Asilo Arkham – nos levando a especular sobre a presença de Lex em Esquadrão Suicida.


05BvS

Outros pontos

A edição definitiva tem também algumas cenas novas de Bruce Wayne – inclusive Ben Affleck nu, pagando bundinha.

O momento em que Clark recebe o convite para a festa onde conhece o seu “rival” também está presente.

As motivações de Lex Luthor continuam obscuras, mas são um pouco melhor exploradas.


A nova versão contextualiza melhor todas as subtramas do filme e, assim, quase tudo que ficou confuso na versão cinematográfica é melhorado. É uma boa pedida para os fãs da DC e vale a segunda chance para o filme.

Nota:

Please follow and like us:
Sobre Felipe Sclengmann
Era praticamente impossí­vel que o cinema não acabasse sendo minha paixão. Cresci no prédio onde um cinema funcionava, criado por um avô e uma avó que se conheceram trabalhando no ramo. Então, tá explicado! Falar sobre cinema é um hobbie, uma paixão, tá no meu sangue! Este é o motivo do Quadro por Quadro existir (além de aplicar os conhecimentos de uma graduação em Sistemas de Informação, a qual detesto) e ele está aí para reunir quem também ama esta arte.