QpQ Pipoca Nerd | Os Personagens de Esquadrão Suicida

Conheça os personagens de "Esquadrão Suicida"

Como está a expetativa para o lançamento de Esquadrão Suicida?

Por aqui, até quinta-feira o hype só vai aumentando. Assim, resolvemos preparar um especial apresentando os personagens do filme para quem não conhece tão bem os quadrinhos ou gostaria de lembrar um pouco sobre eles antes de ver a adaptação para o cinema. Confira abaixo um pouco mais sobre cada um e, ao final do post, um comparativo de ambas as versões.


Coringa

O Coringa dispensa introduções. Quase tão velho quanto o Batman (o morcegão apareceu pela primeira vez em 1939, enquanto o Coringa em 1940), ele foi parcialmente inspirado em Gwynplaine, um dos personagens principais do romance O Homem que Ri, de Victor Hugo. O Príncipe Palhaço do Crime, como é conhecido, é um psicopata com um senso de humor sádico e doentio.

Como nemesis do Batman, ele tem feito parte de algumas histórias que definem o super-herói, incluindo o assassinado de Jason Todd (o segundo Robin sob a tutela de Batman) e a paralisia de Barbara Gordon, uma das aliadas do Batman.

Durante o tempo que tem aparecido, o Coringa tem diversas histórias sobre a sua origem. A mais comum delas envolve a sua queda em um tanque de desperdícios químicos que branqueia sua pele, torna seu cabelo verde e seus lábios vermelhos; o resultado da sua desfiguração leva-o à loucura, e ele adota o nome Coringa a partir da figura das cartas de jogo que ele veio a assemelhar-se.

O personagem não tem habilidades sobre-humanas; em vez disso, usa a sua experiência em engenharia química para desenvolver misturas tóxicas e/ou letais, bem como armamento temático, incluindo cartas de jogo com pontas cortantes, campainhas de brinquedo mortais e flores de lapela que projetam ácido.


Harley Quinn (Arlequina)

Uma das personagens femininas mais adoradas da DC Comics, atrás apenas da Mulher-Maravilha, a Arlequina é superinteressante. Insana, pra falar a verdade! Sua primeira aparição foi em Batman: A Série Animada, em 1992, no episódio Joker’s Favor.

Harleen Frances Quinzel, como era conhecida anteriormente, era uma residente no Asilo Arkham e fez de tudo para se tornar a médica do vilão mais psicótico da DC: o Coringa. Ela ficou fascinada pela história da infância infeliz dele e, em um caminho sem volta, se apaixonou. Uma paixão tóxica (para não dizer tresloucada), baseada em um sentimento doentio e meio obsessivo.

Ela perdeu sua licença para medicar quando as autoridades descobriram sua ajuda nas fugas do amado. Ela se tornou de fato vilã quando um terremoto abalou o Arkham e ocasionou sua fuga. Harleen já tinha uma alma meio corrompida e o Coringa apenas deu um empurrãozinho para ela se tornar uma verdadeira maníaca. Os rumores dizem que ela é a única pessoa por quem ele já demonstrou algum amor. Nem que seja o amor que ambos possuem por chacinas e mortes.

A Arlequina é inteligente, mordaz, ágil e imune a qualquer tipo de veneno.


Amanda Waller

Criada em 1986, Amanda Waller é a líder do Esquadrão Suicida e do Projeto Cadmus.

Após o assassinato de seu marido e de dois dos seus filhos, Waller fugiu de Chicago com o restante de sua família e se estabeleceu em Washington e Metrópolis, vindo, mais tarde, a fazer um doutorado em ciências políticas e pouco tempo depois começando a atuar no Congresso. Sendo também influente na Casa Branca, Waller propôs a criação de uma terceira geração do Esquadrão Suicida, que serviria ao presidente e ao país.

No comando do Esquadrão, Waller obteve muito sucesso e adquiriu uma boa reputação na capital federal, mas, contudo, era tida como arrogante e desafiadora, o que gerou, posteriormente, conflitos entre ela e os seus superiores.


Christopher Weiss (Amarra)

Amarra, ou Slipknot, no original (nada a ver com a banda de rock!), é um personagem pouco famoso do catálogo da DC. Ele é Christopher Weiss, que trabalhava em uma companhia química que desenvolvia produtos para criar cordas mais duráveis. Daí sua habilidade para usá-las em combate.

Quando Amarra é contratado para matar um herói, ele é derrotado e enviado para a prisão, onde acaba se envolvendo com o Esquadrão Suicida. As principais tramas do personagem nos quadrinhos aconteceram com o grupo, mas mesmo lá ele não possui tanto destaque assim.


George Harkness (Capitão Bumerangue)

George Harkness, mais conhecido como Capitão Bumerangue, era um menino muito pobre que tinha talentos específicos na criação e utilização de bumerangues e, embora tenha tentado ganhar a vida de forma honesta com sua habilidade, logo se voltou ao crime para sobreviver.

Como Capitão Bumerangue, ele enfrentou o Flash por inúmeras vezes, mas as histórias com o personagem ganharam mais relevância apenas quando ele integrou o Esquadrão Suicida. Sua personalidade (como a de muitos vilões) é desprezível e melhor explorada em suas interações com o grupo, mostrando sua crueldade, covardia e racismo. Bumerangue é indisciplinado e já causou a morte de outros membros da equipe simplesmente por curiosidade.

Mas não pense que o lance do personagem são apenas bumerangues, assim como o lance do Gavião Arqueiro e do Arqueiro Verde não é apenas flechas. O fato de Harkness ser um grande inventor também pesa muito ao seu favor, com a invenção de diversos bumerangues de efeitos variados: magnéticos, explosivos, elétricos, entre outros.


June Moone (Magia)

June Moone, uma das personagens mais antigas da DC, foi apresentada na Strange Adventures #187, de 1966. Ela já foi vilã e heroína nas mais diversas revistas da editora. Mas ganhou mais destaque recentemente como uma das primeira vilãs da Liga da Justiça Sombria, mas também já foi membro da mesma equipe, liderada por John Constantine.

Moone se tornou Magia após ser convidada para uma festa a fantasia em um castelo antigo, onde em uma câmara secreta ela encontra um ser mágico chamado Dzamor, que lhe concede poderes para eliminar uma presença maligna naquela lugar. Mas como ela não consegue controlar tão bem os seus poderes, desenvolve uma espécie de segunda personalidade maligna e é uma ameaça até mesmo para seus aliados do Esquadrão Suicida. No grupo, o Pistoleiro tem a tarefa secreta de eliminá-la caso ela perca o controle de vez.

Magia é extremamente poderosa e manipula esses poderes com diversos efeitos, desde cura até teletransporte, além de se tornar intangível e dezenas de outras coisas. Ela é capaz de conjurar tanto feitiços de defesa e ataque.


Tatsu Yamashiro (Katana)

Tatsu Yamashiro tem uma história bastante complicada, mas basta mencionar que dois irmãos eram apaixonados por ela, que por sua vez escolheu e se casou com um deles, enquanto o outro entrou para a Yakusa e ganhou duas espadas, uma delas mágica. Um dia o irmão com as espadas matou o marido de Tatsu e ela, numa luta, tomou suas duas espadas e fugiu para começar um treinamento com um mestre Samurai, até virar Katana e partir para os EUA e se tornar uma heroína.

Katana não apareceu tantas vezes no Esquadrão Suicida dos quadrinhos, em parte porque ela não é exatamente uma vilã, embora já tenha feito algumas coisas que a tenham colocado nesta posição, especialmente contra um certo personagem chamado Batman, que em determinado momento também já foi mentor da personagem.

Ela foi treinada desde criança nas artes marciais, tendo desenvolvido uma forte habilidade tática e estratégica após ser treinada pelo Batman. Ela carrega duas espadas gêmeas, uma mágica e uma comum, a mágica, chamada Soultaker (Tomadora de Almas) tira a alma de quem ela matou e a guarda na lamina, podendo ser usada posteriormente em rituais de reencarnação onde essa alma é obrigada a servir quem empunha a espada.


Floyd Lawton (Pistoleiro)

Deadshot, ou Pistoleito, é um vilão relativamente bem conhecido da DC e agora será mais ainda só pelo fato de ser interpretado por Will Smith. Ele apareceu pela primeira vez em 1950 em uma revista do Batman. O personagem é basicamente uma versão (versão que inspirou provavelmente) do Mercenário, vilão do Demolidor da Marvel. É um assassino que é contratado para matar os inimigos de supervilões em Gotham, esses inimigos incluem geralmente outros vilões e o Batman, que ele obviamente nunca conseguiu matar.

Nos quadrinhos, ele é o personagem mais importante do Esquadrão Suicida, embora não seja o líder do grupo. Algumas das características que o definem são o fato dele ser extremamente profissional quanto ao seu trabalho de assassino. Outra, que talvez seja ainda mais interessante, senão bizarra, é que o Pistoleiro tem um desejo de morrer de forma espetacular e embora não queira se suicidar, não se importa nem um pouco, e de fato até gosta, de entrar em situações que provavelmente poderão matá-lo.

Ele se gaba de nunca errar um tiro, mas parece que é mentira já que o Batman está por aí até hoje, mas sem dúvidas ele deve estar no hall dos melhores atiradores da DC. Além da mira extraordinária, ele é ótimo em luta desarmada e carrega e tem habilidade com dezenas de armas diferentes.


Rick Flag

Dentro do Universo DC dos quadrinhos existem 3 Rick Flags: o Pai, o Filho e o Neto. Rumores indicam que o personagem de Joel Kinnaman no filme será Rick Flag Jr.

Ele trabalha para o governo americano e lidera o Esquadrão Suicida que foi formado por Amanda Waller. Ele é instável e não gosta do fato de ter que trabalhar com criminosos que ele odeia, especialmente o Pistoleiro, que está em um cargo hierárquico no mesmo nível que o seu.

Entretanto, apesar de um começo problemático, Flag desenvolve uma lealdade a sua equipe, embora odeie muitos deles e sua instabilidade mental continue se desenvolvendo, ele consegue deixar isso para trás na maioria das missões. Ele tem uma condição física perfeita, é um militar experiente treinado nas Forças Especiais, Táticas de Guerrilha, em combate armado e não armado, especialista em Stealth e em invasão, grande eficiência com armas de fogo e bombas. Enfim, ele é um soldado extremamente bem treinado.


Waylon Jones (Crocodilo)

O Crocodilo é mais um notório vilão da galeria de vilões do Batman. Ele foi criado em 1983, na mesma edição em que Jason Todd, o segundo Robin, apareceu pela primeira vez.

Na história original, Waylon Jones nasceu com uma doença genética que faz com que ele aparente ser um réptil. Criado por sua tia, ele cresceu com uma infância marcada por abusos e desprezo de sua própria responsável, até que ele a matou e decidiu levar uma vida de crimes. Quando Crocodilo decidiu virar um dos chefões do crime em Gotham isso o colocou contra o Batman pela primeira vez e também contra o próprio Coringa.

Nos quadrinhos ele também não tem muita ligação com o Esquadrão Suicida, mas já fez parte de outras equipes de supervilões. Seus poderes (se é que podemos chamar assim) são semelhantes aos instintos e habilidades de répteis, ele é um exímio nadador, tem a pele dura, fator de cura, é imune a venenos, tem força superior a de um humano comum, assim como velocidade, reflexo e agilidades melhoradas.


Chato Santana (El Diablo)

El Diablo é um dos personagens menos conhecido de todos da equipe do Esquadrão que aparecerá nos cinemas. Na verdade, existem 3 El Diablos na DC Comics, o primeiro foi Lazarus Lane e surgiu em 1970. Ele tinha toda a cara de personagem de Faroeste, depois esse mesmo personagem ganhou uma revista solo pela Vertigo escrita por ninguém menos que Brian Azzarello. O segundo El Diablo chamado Rafael Sandoval surgiu em 89 e já foi vilão da Liga da Justiça em algumas edições.

Porém o personagem que será explorado no filme será o terceiro El Diablo, chamado Chato Santana. Ele ganha seus poderes após encontrar Lazarus Lane, o personagem original, vivo e em coma num hospital. Porém antes mesmo de se tornar um super-vilão e entrar para o Esquadrão Suicida, Chato já era um gangster e foi preso e estava no corredor da morte por assassinar crianças e inocentes em um incêndio. Ou seja, um incendiário nato.

Em suma, os poderes que El Diablo possui são: controle sobre o fogo, ele pode gerar e manipular fogo, além disso ele possuiu uma tendência violenta que costuma ser assustadora.


Agora que você conheceu/relembrou um pouco sobre todos os personagens, dá uma espiada neste comparativo entre a versão cinematográfica e seus originais nos quadrinhos, feito pelo site Halloween Costumes. Arraste a seta para ver ambas as versões do mesmo personagem!


Como se não bastasse, para aumentar ainda mais o hype pelo filme, reveja o trailer lançado pela Warner Bros. durante a San Diego Comic-Con:


Please follow and like us:
Sobre Felipe Sclengmann
Era praticamente impossí­vel que o cinema não acabasse sendo minha paixão. Cresci no prédio onde um cinema funcionava, criado por um avô e uma avó que se conheceram trabalhando no ramo. Então, tá explicado! Falar sobre cinema é um hobbie, uma paixão, tá no meu sangue! Este é o motivo do Quadro por Quadro existir (além de aplicar os conhecimentos de uma graduação em Sistemas de Informação, a qual detesto) e ele está aí para reunir quem também ama esta arte.