QpQ Pipoca Nerd | O Fantasma do Futuro: Ghost in the Shell

“O Fantasma do Futuro: Ghost in the Shell” é o mais próximo que um anime japonês pode chegar de um filme hollywoodiano

O Fantasma do Futuro: Ghost in the Shell, adaptação do mangá japonês de Masamune Shirow, se passa num futuro não muito distante.

Desde a sequência de abertura e inúmeras perseguições de carro até os planos abertos e diálogos afiados, O Fantasma do Futuro: Ghost in the Shell se mostra o tipo de filme que James Cameron adoraria fazer e a gente adoraria ter a oportunidade de assistir. Pena que não seja o cineasta quem dirigirá a adaptação live-action com estreia marcada para março de 2017 e que teve seu primeiro trailer divulgado esta semana (veja clicando aqui).

01ghostintheshell

Mas não estamos aqui para falar do live-action e sim da primeira adaptação, dirigida por Mamoru Oshii, de Caçadores de Vampiros, em 1995.

O filme se passa em 2029. O mundo se tornou um local altamente informatizado, a ponto dos seres humanos poderem acessar extensas redes de informações com seu ciber-cérebros (obrigado, Black Mirror!). A agente cibernética Major Motoko Kusanagi é a líder da unidade de serviço secreto Esquadrão Shell, que combate o crime. Motoko foi tão modificada que quase todo seu corpo já é robótico. De humano só teria sobrado um “fantasma de si mesma”, como ela mesma se define. O governo informa o grupo de que o famoso hacker conhecido como “Mestre dos Bonecos”, especialista em invadir e controlar o ciber-cérebro das pessoas, está no Japão. Agora, Motoko e sua equipe terá que caçar este criminoso, e vão acabar se envolvendo em uma trama de conspirações, que atinge interesses da alta cúpula da política.

02ghostintheshell

Quando Akira foi lançado, em 1991, parecia que o formato das animações Disney estava com os dias contados. Adeus animais e coisinhas fofinhas falantes e olá armamentos e vigilantes cyberpunks. Não foi o caso! Mas a adaptação de O Fantasma do Futuro: Ghost in the Shell bebe na mesma fonte de Akira e faz um espetáculo cinematográfico de encher os olhos de adultos que se interessam no estilo.

A produção não só se iguala tecnicamente à Akira como vai um pouco além. O visual de Kusanagi e sua “interpretação” deixam algumas séries de TV no chinelo, enquanto os cenários e armamentos beiram a perfeição de Blade Runner, o Caçador de Androides.

03ghostintheshell

O Fantasma do Futuro: Ghost in the Shell é o mais próximo que um anime japonês pode chegar de uma produção hollywoodiana. Por isso a empolgação com Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell, que terá Scarlett Johansson no papel principal, está lá no alto.

Nota:

Please follow and like us:
Sobre Felipe Sclengmann
Era praticamente impossí­vel que o cinema não acabasse sendo minha paixão. Cresci no prédio onde um cinema funcionava, criado por um avô e uma avó que se conheceram trabalhando no ramo. Então, tá explicado! Falar sobre cinema é um hobbie, uma paixão, tá no meu sangue! Este é o motivo do Quadro por Quadro existir (além de aplicar os conhecimentos de uma graduação em Sistemas de Informação, a qual detesto) e ele está aí para reunir quem também ama esta arte.