QpQ Resenha | Bom Comportamento

“Bom Comportamento” traz Robert Pattinson em seu melhor papel nos cinemas

Bom Comportamento conta a história de Connie Nikas (Robert Pattinson) e de seu irmão Nick Nikas (Ben Safdie, um dos diretores do filme). No filme, Nick tem algum tipo de limitação mental, que no decorrer do filme percebemos que o personagem conserva uma certa pureza dentro de si. Connie, o irmão, é o oposto, inteligente e altamente sagaz. Os dois promovem um assalto, que com o dinheiro, iriam para o interior mudar de vida. O assalto dá errado e Nick vai preso. O restante do filme é Connie correndo pela cidade de Nova York atrás do dinheiro para tentar libertar seu irmão da cadeia.

O filme é dirigido pelos irmãos Safdie (Amor, Drogas e Nova York), que já acumulam experiência em filmes que provocam emoções ou tiram o fôlego do público. Aqui a direção esforça em mostrar uma Nova York que se afasta do que nos acostumamos a ver na mídia. Do Centro ao Queens, os diretores nos apresentam uma cidade marcada pelas diferenças.

A direção é belíssima e junto com a trilha sonora criam cenários emocionais intensos. A atuação dos atores, dos principais até os coadjuvantes está além da expectativa. É difícil não crer que algum deles realmente não exista. O aplauso maior vai para Robert Pattinson, que está irreconhecível.

O rosto de Pattinson começou a ser famoso mundialmente com Harry Potter e em seguida com a saga Crepúsculo. Os filmes, que eram voltados para o público infanto-juvenil, agradaram milhões, e ao mesmo tempo também fizeram muitos torcerem o nariz. Robert Pattinson, que encarnava o vampiro Edward Cullen, foi alvo de críticas por anos por conta de seu papel. Mas em suas últimas aparições no cinema, Pattinson tem feito escolhas diferentes, e em Bom Comportamento o ator pode mostrar sua ótima capacidade de atuação.

Quem for aos cinemas sem saber que o famoso vampiro Edward (como ficou conhecido) é o personagem principal, provavelmente vai demorar um pouco até conseguir identificá-lo. Pattinson está incrível!

O filme te deixa tenso do início ao fim. É incrível como você fica apreensivo com as situações que o personagem principal se coloca. Realmente, Bom Comportamento é um thriller de primeira. Aquele tipo de filme que te faz sentir emoções diversas e quando acaba faz você querer assistir novamente. Mais do que indicado!

Nota:

Please follow and like us:
Sobre Viní­cius Gratão
Geek de carteirinha, apaixonado por quadrinhos, games, animes e tecnologia. Formado em cinema, amo particularmente os clássicos e os westerns à  italiana. Acredito em tudo, inclusive em Tex Willer.