Levando muito tempo? Feche a página de carregamento.

Resenha │ O Conto da Princesa Kaguya

16.07.2015 │ 14:13

Em “O Conto da Princesa Kaguya”, o estúdio Ghibli, de Hayao Miyazaki, conta um lindo conto japonês, num filme todo especial e emocionante.

A animação foi criada através de técnicas convencionais. Tudo foi desenhado e pintado à mão, deixando apenas a pós-produção para ser feita digitalmente. O resultado combina perfeitamente com a temática naturalista da história adaptada.


A trama foi criada a partir de uma antiga história japonesa, O Conto do Cortador de Bambu. Nela, um casal que vive na floresta descobre, dentro de um fluorescente broto de bambu, uma diminuta princesa. A menina se transforma em um bebê e logo em uma moça de beleza celestial. Seu pai adotivo, certo de que tal bênção precisa ser celebrada à altura, a leva à capital para ser cortejada e encontrar seu espaço entre a realeza. Mas o coração da “bambuzinho”, como a chamam seus amigos da floresta, clama por outras coisas.


Com traços simples, o desenho se desenvolve e envolve o espectador, desde a simplicidade até a os cenários mais requintados são desenhados com os detalhes que são necessários para o entendimento.

Para finalizar, a trilha sonora da animação nos transporta até aquele mundo de leveza. Uma combinação perfeita entre acordes e traços que nos fazem perceber uma beleza tão rara e simples que o mundo todo deveria aprender.


Minha especial recomendação é para corações que choram, olhos que se emocionam. A animação é linda e especial. Separe um lencinho e bom filme

Nota:

[wpdevart_youtube]ZXNaENMiKH0[/wpdevart_youtube]

O Conto da Princesa Kaguya

()
País:
Direção:
Roteiro:
Elenco:
Ano:
Duração:

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro