Bad Boys: Até o Fim

Onde assistir
"Bad Boys: Até o Fim": Mais um retorno à ação característica da franquia

Bad Boys: Até o Fim, o quarto filme da icônica saga de ação estrelada por Will Smith e Martin Lawrence, marca um novo retorno dos detetives mais famosos de Miami, Mike Lowrey e Marcus Burnett. Assim como no anterior, a direção fica por conta de Adil El Arbi e Bilall Fallah, com um roteiro de Chris Bremner. A trama se desenvolve com os heróis agora sendo os mais procurados, transformando-os de caçadores em caçados, e colocando um prêmio por suas cabeças. O filme entrega ação eletrizante e comédia escrachada, mantendo o espírito dos filmes anteriores.

A química entre Smith e Lawrence continua sendo o coração do filme. Seus personagens, agora mais velhos, trazem uma sensação de nostalgia misturada com uma nova energia. Marcus, cansado da violência, quer se aposentar, mas Mike, com sua habitual determinação, puxa o parceiro de volta para a ação. A interação entre os dois atores mostra que, apesar dos anos, eles ainda conseguem capturar a essência de seus personagens com humor e carisma.

A direção de El Arbi e Fallah é eficaz em replicar a intensidade dos filmes anteriores, mas com um toque de modernidade. As cenas de ação são bem coreografadas, misturando tiroteios, perseguições de carro e explosões, tudo com a assinatura visual que os fãs esperam da franquia (algo que emula o estilo de Michael Bay, diretor dos dois primeiros longas). A inclusão de novos personagens, como membros da equipe AMMO, traz uma dinâmica nova e permite que o filme explore diferentes ângulos da ação policial.

A trama de Bad Boys: Até o Fim segue um roteiro familiar de conspirações envolvendo policiais corruptos e cartéis. Mike e Marcus se encontram no centro de uma investigação que mancha a reputação do falecido Capitão Howard. O filme não se preocupa em esconder os vilões, preferindo focar na jornada dos protagonistas em limpar seus nomes e descobrir a verdade.

Uma das forças do filme é como ele lida com a idade dos personagens. Há uma autêntica reflexão sobre envelhecer no trabalho de alta tensão da polícia. Marcus sofre um ataque cardíaco em uma das cenas, levando a uma experiência de quase morte onde encontra seu antigo capitão em uma visão celestial. Este momento traz uma nova perspectiva para Marcus, que decide abraçar uma nova filosofia de vida, tornando-o o contraponto ideal para a obstinada busca de Mike por justiça.

A comédia, sempre um componente essencial de Bad Boys, é usada com habilidade. As piadas e interações humorísticas entre Mike e Marcus são entregues com precisão, e a adição de novos personagens oferece novos alvos para o humor. Há momentos em que o filme faz referências diretas aos eventos atuais e à própria cultura pop, incluindo um comentário irônico sobre a famosa polêmica de Will Smith no Oscar, transformando-a em uma piada interna que funciona bem no contexto do filme.

O enredo também explora temas de família e lealdade, especialmente com a revelação de que Armando, antagonista do filme anterior, é na verdade filho de Mike. Esta revelação adiciona camadas ao filme, explorando as complexas dinâmicas familiares em meio à ação frenética característica da franquia. A luta de Mike para proteger aqueles que ama enquanto lida com seu próprio passado é um fio condutor que mantém a narrativa coesa.

No geral, Bad Boys: Até o Fim é uma boa adição à franquia. Ele combina nostalgia com novos elementos, entregando a ação explosiva e a comédia que os fãs esperam, enquanto oferece uma reflexão sobre a passagem do tempo e a evolução dos personagens. Com cenas de ação impressionantes, diálogos afiados e um ritmo eletrizante, o filme prova que ainda há gás no tanque para Mike e Marcus. A perspectiva de um quinto filme parece promissora, desde que consiga manter o equilíbrio entre inovação e respeito às raízes da franquia.

Conheça os demais filmes da franquia

Clique nos pôsteres para ler nossa crítica sobre o filme.

OS BAD BOYS
(1995)

BAD BOYS II
(2003)

BAD BOYS PARA SEMPRE
(2020)

BAD BOYS: ATÉ O FIM
(2024)