Martyrs

05.05.2016 │ 12:57

05.05.2016 │ 12:57

Em 2008, Mártires, um filme de terror franco-canadense, deixou os fãs de terror com os nervos (e o estômago) em frangalhos. Oito anos depois, os norte-americanos tentam fazer uma versão mais hollywoodiana da excelente trama. Amigo fã de terror, o que você acha que aconteceu: (a) o filme é incrível, pois temos exemplos excelentes de filmes de terror que ganharam versões americanas que chegam a ser melhores que os originais (há controvérsias, claro!), como O Chamado, Deixe-me Entrar, entre outros; (b) ele é uma porcaria. Se você escolheu (a), anda vendo muita fantasia e está na resenha errada, e se você escolheu (b), continua aqui pra ver o que deu errado na versão dirigida por Kevin e Michael Goetz (quem são vocês????) que estreia hoje nos cinemas.
01
A história é basicamente a mesma (você leu a resenha da versão de 2008? Não? Então bora conferir minha Pipoca Zumbi sobre o filme AQUI), só que neste filme perdemos (sim, você leu direitinho) precioso tempo construindo a amizade de Anna e Lucie no orfanato. Tipo, hello, isso aqui é um drama ou um filme de terror. Ok, vamos dar um crédito pros caras, talvez os irmãos Goetz tenham alguma razão pra isso, fui eu que ainda não vi. Depois de você quase pegar no sono, pulamos os 15 anos, para quando Lucie entra na casa da família que a manteve em cativeiro e mata todo mundo. A cena foi ótima, tensa, muito bem feitinha. Mas quando Anna chega, e as amigas começam a limpar a sujeira, a coisa descamba de novo, pois a atuação agora não convence. E quando você nota que o roteiro está diferente – pra pior, claro –, você está quase deixando o cinema, mas aí quando o final foi totalmente destruído, você está pronto para pedir seu dinheiro de volta.
03
Ah, a decepção. Acontece com os melhores fãs de terror, ainda mais quando você está cheio de expectativas. Este filme prometia ser no mínimo interessante, pois versões de filmes incríveis nem sempre são ruins. Mas esta nova versão de Mártires conseguiu o inconseguível: destruiu por completo a história, não conseguiu convencer com seus personagens fraquinhos, e nem o gore é o mesmo. Deve ser porque a classificação etária é 16 anos :/
02
Anyway… quer ver um filme de terror bom neste fim de semana? Assista a versão de 2008 de Martyrs, filme incrível. Pode ir com fé. Já a versão de 2016? Vai ver só se quiser comparar, mas depois não diga que eu não avisei.
Nota:

[wpdevart_youtube]e4tFtKqmwSw[/wpdevart_youtube]

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro