Minions 2: A Origem de Gru

Onde assistir
“Minions 2: A Origem de Gru”: Uma viagem ao passado divertida e colorida

Minions 2: A Origem de Gru leva os espectadores de volta à década de 1970 para acompanhar as peripécias de um jovem Gru, ainda aprendendo os primeiros passos na vilania, com a ajuda de seus leais e atrapalhados Minions. A trama se desenvolve em um cenário onde Gru, aos 12 anos, é fã de um grupo de supervilões chamado Vicious 6 e sonha em se juntar a eles. Com o apoio dos Minions, ele constroi seu primeiro covil, experimenta suas primeiras armas e realiza missões iniciais, enquanto enfrenta os desafios de um aspirante a vilão.

Dirigido por Kyle Balda, que tem uma longa trajetória com os Minions desde Meu Malvado Favorito, o filme mantém a continuidade e a essência da franquia. O filme se destaca como uma sequência que, apesar de não explorar novos caminhos, consegue ser surpreendentemente eficaz ao reciclar ideias e gags cômicas familiares. Assim como o desenho clássico do Papa-Léguas, a repetição é parte do encanto e diversão.

Desta vez, os Minions são realmente os protagonistas, com Gru em um papel de apoio, invertendo a dinâmica vista na série principal. Seja aprendendo kung-fu com a Mestre Chow (Michelle Yeoh), resgatando Gru das garras de Wild Knuckles (Alan Arkin) ou navegando pelas ruas de São Francisco, os Minions dominam a tela com sua mistura de balbucios indecifráveis e comédia física inspirada nos Três Patetas.

Ambientado cerca de oito anos após Minions (em 1975 ou 1976), vemos Gru como um delinquente juvenil que idolatra o grupo de supervilões Vicious 6. Quando surge uma vaga no grupo devido à expulsão de Wild Knuckles, Gru tenta se juntar a eles, mas acaba roubando um amuleto precioso. Isso desencadeia uma perseguição frenética pelo país, culminando em uma aventura caótica em Chinatown, São Francisco.

Minions 2: A Origem de Gru se diverte ao ambientar a trama nos anos 1970, fazendo referências culturais marcantes da época, como a abertura de Tubarão e a febre da disco music. A paleta de cores é vibrante, os figurinos e penteados são exagerados, e há um toque nostálgico em todo o filme. As cenas de abertura são uma homenagem às aberturas de Maurice Binder para os filmes de James Bond, algo que agradará especialmente aos adultos na faixa dos 40 anos ou mais.

A presença de Gru, que teve uma participação mínima em Minions, serve como a cola que mantém tudo junto. Como ficou evidente no primeiro filme, as criaturas hiperativas não se sustentam sem ele. Os cineastas recheiam o elenco com ícones do século XX de forma divertida, como Jean-Claude Van Damme interpretando “Jean-Clawed” e Dolph Lundgren como “Svengeance”.

Minions 2: A Origem de Gru foi o último grande filme a sofrer um adiamento significativo devido à COVID-19, originalmente planejado para ser lançado em 2020. Com Meu Malvado Favorito 4 já em produção e previsto para 2024, este não será o último capítulo para Gru e seus comparsas. No entanto, há indicações de que o público pode estar se cansando da franquia – desde o sucesso de Meu Malvado Favorito 2, cada lançamento subsequente teve uma queda nas bilheterias. Será interessante ver se a mudança nos hábitos de visualização pós-pandemia ajudará ou prejudicará esta franquia. Tal como o Papa-Léguas, sabemos o que esperar dos Minions e eles entregam exatamente isso – nem mais, nem menos.

Conheça os demais filmes da franquia

Clique nos pôsteres para ler nossa crítica sobre o filme.

MEU MALVADO FAVORITO
(2010)

MEU MALVADO FAVORITO 2
(2013)

MINIONS
(2015)

MEU MALVADO FAVORITO 3
(2017)

MINIONS 2: A ORIGEM DE GRU
(2020)

MEU MALVADO FAVORITO 4
(2024)