O Presente

03.12.2015 │ 12:30

03.12.2015 │ 12:30

Como você se sentiria se chegasse em uma nova cidade, esperançoso com a mudança, e começasse a receber presentes na porta de casa de um cara com quem estudou há décadas atrás, no colegial? Meio sinistro. O presente é um suspense onde o casal Simon (Jason Bateman) e Robyn (Rebecca Hall) se muda de Chicago para o subúrbio de Los Angeles esperando que as coisas sejam diferentes, melhores. Mas encontra esse homem do passado de Simon que se torna uma presença constante e inconveniente em suas vidas.

01OPresente
Robyn desde o início demonstra que passou por algum trauma, algo que a deixou sensibilizada e a mudança parece ser mais para ela do que para Simon. Então esse homem do passado, Gordo (Joel Edgerton – também diretor e escritor do filme) começa a aparecer todas as tardes, fazendo companhia para Robyn. Mas Gordo apresenta um semblante sempre peculiar, uma mistura de vulnerabilidade com…algo de muito estranho. Olha só que cara estranho que chegou…Los Hermanos que o diga rs

02OPresente
Agora falemos da casa do casal, que é quase um personagem do filme. Só a sala já é pano para manga em matéria de elemento de suspense, já que a parede que está voltada para a entrada é de vidro. Basicamente a Robyn pode estar tomando um café ali e avistar alguém chegando, como se não houvesse vidro entre eles. Ainda bem que existe rs assusta, mas também é lindíssima.

03OPresente
Assim como a casa provoca essas sensações contraditórias, também o faz o filme. Esse é um suspense diferente e estimulante, porque cria uma tensão crescente, de forma que você espera um milhão de coisas, mas acaba se surpreendendo mesmo assim. Houve momentos em que a plateia inteira quase morreu do coração com as surpresas. Bingo.

04OPresente
Não deixe de ver O Presente, um suspense simples e original que cativa o público com uma trama bem amarrada e tensão na medida certa, com um Jason Bateman totalmente diferente de sua persona humorística usual.

Nota:5

[wpdevart_youtube]yIiv-Qf9cTc[/wpdevart_youtube]

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro