Resenha │ Assassin's Creed

12.01.2017 │ 14:39

Quero avisar que essa resenha em nenhum momento fará comparação com o jogo em que o filme foi inspirado! Apesar de saber na minha pesquisa que o filme é adaptado do jogo já sei que falta muita coisa, sobram outras e a velha discussão sobre os fãs do jogo gostarem ou não será eterna. Decidi então falar do filme, assim você pode decidir se vai ou não assistir.
Para influenciar na decisão de assistir ou não, leve em consideração o fato de Michael Fassbender (X-Men: Apocalipse) e Marion Cotillard (É Apenas o Fim do Mundo ) estarem no elenco. Já fica mais fácil correr pro cinema!

Em Assassin’s Creed, Callum Lynch (Fassbender) descobre que é descendente de um membro da Ordem dos Assassinos e, via memória genética, revive as aventuras do guerreiro Aguilar, seu ancestral espanhol do século XV. Dotado de novos conhecimentos e incríveis habilidades, ele volta aos dias de hoje pronto para enfrentar os Templários.
Para os fãs de jogos, essa história de assassinos que tem um motivo para matar pessoas do mal parece legal e ajudará a salvar a humanidade.

Nunca joguei e não sabia do que se tratava a história do famoso game, cheguei no cinema “inocente” e nos primeiros minutos de filme já fui inserida na história e entendi do que se tratava. Ponto positivo. Nesse momento além de saber que Fassbender já está incrivelmente bem no papel principal, percebi que a trilha sonora estava perto da perfeição (sentimento que se confirmou até o fim).
A cena mais comentada de Assassin’s Creed é o salto de fé, que é um dos pontos altos do filme. Vale a pena participar desse momento. E apesar de algumas coisas estarem mal explicadas como a motivação dos antagonistas, e a própria motivação Callum Lynch, o filme cumpre o que promete.

Algumas incoerências são necessárias para que as lutas possam acontecer. O que nem sempre é bom, mas na maioria das vezes é aceitável em se tratando de filmes como este.
Assassin’s Creed não é um filme perfeito, mas com certeza está mais perto de agradar do que o contrário. Belas cenas com fotografia muito boa, muito bem ambientadas, um figurino condizente (apesar de ainda achar que deve ser difícil lutar com uma toquinha soltinha na cabeça) e o plus das cenas antigas serem todas em espanhol (idioma que remete ao tempo e localização do passado da história) e finaliza com a trilha sonora conduzindo bem as cenas.

No fim como amante de filmes de ação posso dizer que o filme satisfaz e é bonito (não só por causa da perfeição dos músculos do Fassbender). Vale a pena pegar seu pacote de pipoca e correr pro cinema assistir esse que pode ser o primeiro filme de outros que podem vir para agregar a série de games e livros.
Nota:

[wpdevart_youtube]-5qrrrItDIc[/wpdevart_youtube]

Assassin's Creed

()
País:
Direção:
Roteiro:
Elenco:
Ano:
Duração:

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro