Resenha │ Ender's Game – O Jogo do Exterminador

21.12.2013 │ 13:57

Quando fui assistir ao filme “O Jogo do Exterminador” (“Ender’s Game”), que estreia hoje nos cinemas, não fui com a melhor das expectativas. E olha que adoro filmes de ficção científica, curto Harrison Ford, Viola Davis e Ben Kingsley. Mas o problema era mesmo quando me contaram que o filme girava em torno das desventuras militares de um adolescente. Vixe, filme de Sessão da Tarde? Hum…
Ah, adoro as baixas expectativas… é nestas horas que você se surpreende! E o filme me surpreendeu! Com um roteiro muito bem amarrado (vale lembrar que o filme é baseado no livro de mesmo nome do autor americano Orson Scott Card) e a história, que a princípio parece muito pouco crível, se sustenta muito bem. A premissa do filme é simples: um adolescente está sendo treinado para defender o mundo de um ataque alienígena, que já aconteceu no passado e dizimou boa parte da população da Terra. Apesar de levemente diferente de tudo que você já viu por aí, este lance de adolescente salvador do mundo soa bem clichê, né? Mas acredite: eles até tem uma boa explicação pra isso.
Como a história já está garantida e vai segurar você na cadeira do cinema, com os olhos grudados na tela durante seus 114 minutos de duração, vamos falar de outros aspectos. As atuações estão muito boas, ainda mais com nomes como Ford, Kingsley e Davis. Mas o destaque está mesmo no moleque salvador do mundo, Ender Wiggin, interpretado pelo ator britânico já bastante experiente, Asa Butterfield. Nunca ouviu falar? Pois bem! Ele era o menino esmilinguido em “O Menino do Pijama Listrado” e em “A Invenção de Hugo Cabret”. Convencido do potencial dele agora? Pois é, em “O Jogo do Exterminador” ele também surpreende, ainda mais nas cenas de close de seus lindos olhos azuis…
E falando em closes, o filme possui milhares deles… Tudo é mostrado de muito perto, ainda mais nas cenas onde a emoção pega pesado. E como todo bom filme de ficção científica, os efeitos deste aqui são primorosos, desde naves até alienígenas. Mesmo não sendo 3D, eu cheguei a sentir um certo desconforto em algumas cenas, que de tão grandes e próximas me levaram lá pro espaço. Nada a reclamar, ainda mais quando não tenho que usar os desconfortáveis óculos 3D. Ah, tem uma coisa que não posso deixar de mencionar: o filme traz um Audi futurista que vai deixar qualquer fã de carros babando (veja abaixo).
E pra te convencer a ver este filme neste final de semana, vou dividir com você um detalhe bem importante: o autor do livro, Mr. Card, dizia que o livro era inadaptável. Mas depois de assistir ao filme, afirmou que o filme ficou “Damn good!”.

Ender's Game – O Jogo do Exterminador

()
País:
Direção:
Roteiro:
Elenco:
Ano:
Duração:

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro