Resenha │ Eu Me Importo

22.02.2021 │ 09:29

Em "Eu Me Importo", Rosamund Pike entrega sua melhor atuação desde "Garota Exemplar"

Eu Me Importo não podia ter um título mais irônico. No filme, Marla Grayson (Rosamund Pike, de Garota Exemplar) é uma renomada guardiã legal que atende pessoas idosas e ricas. Às custas de seus “clientes”, ela leva uma confortável vida de luxo. Quando pensa ter encontrado uma nova vítima perfeita, descobre que ela guarda segredos perigosos. Com base nisso, Marla vai ter que usar toda sua astúcia se quiser continuar viva.

Pike entrega mais uma vez aquele equilíbrio frio e calculista que ela já havia demonstrado tão bem em Garota Exemplar. Ela retrata Marla Grayson com uma nítida eficiência e uma imoralidade muito forte. Em uma época na qual os governos de muitos países parecem abandonar as responsabilidades com as pessoas mais velhas, além de fechar os olhos para todo o poder dado às corporações, a empresa de Marla assume um significado alarmante.

Abuso de idosos por empresas que exploram suas fraquezas e debilidades se tornaram uma realidade terrível em nossa sociedade. Por isso, assistir Eu Me Importo não se mostra uma tarefa tão simples, uma vez que você tem avós e pais para imaginar isso acontecendo com eles.

O filme transita entre o perverso e o humor ácido. O roteiro e direção de J. Blakeson leva a personagem de Pike a um nível de anti-herói/vilã que retrata muito bem o “estilo Trump” de pensar, com seu desprezo pelos “perdedores”. Já no começo do filme ela nos ensina que existem dois tipos de pessoas: predadores e presas, leões e cordeiros. “Ela não é um cordeiro. É uma leoa.”

O resultado é uma comédia ácida que sabe o quanto é excêntrica em sua estrutura. Nada que Blakeson entrega em Eu Me Importo é necessariamente novo ou único, mas a forma como o diretor envelopa tudo junto nessa trama sobre ganância, merece elogios. Enquanto isso, Pike se diverte na construção de uma Marla cheia de nuances dúbias. Por que ser uma heroína quando ser uma vilã se prova muito mais doce?

Eu Me Importo

(I Care A Lot)
País: EUA
Direção: J Blakeson
Roteiro: J Blakeson
Elenco: Rosamund Pike, Eiza Gonzalez, Dianne Wiest
Ano: 2021
Duração: 1h58

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro