Idas e Vindas do Amor │ Resenhas: Quadro por Quadro

Resenha │ Idas e Vindas do Amor

19.02.2010 │ 08:17

Você não vai simpatizar com os personagens de "Idas e Vindas do Amor"

Como você se sente sobre o dia dos namorados?

Um exemplo: você recebe uma caixa de chocolate hidrogenado de baixa qualidade, com o preço ainda colado nela e um cartão com algumas poucas palavras escritas às pressas.

Se você acha a iniciativa linda, já que imagina que a pessoa amada pelo menos pensou em você, “Idas e Vindas do Amor” terá algum efeito. Se for o contrário e terá vontade de jogar o presente na cara de quem o deu, passe longe do cinema.

“Idas e Vindas do Amor” se aproveita de um elenco estrelar para contar várias pequenas histórias que se passam no dia dos namorados. Uma fórmula que funcionou em “Simplesmente Amor”. Aqui, Julia Roberts, Ashton Kutcher, Jessica Alba, Taylor Lautner e Jamie Fox (para citar alguns apenas), embaralham-se num emaranhado de esquetes sobre o amor.

Garry Marshall (“Uma Linda Mulher”) extrai diálogos obsoletos, fazendo com que cada pequena história caia por terra sem sequer construir algum tipo de simpatia pelos personagens apresentados.

Para um crítico que se diz romântico, o filme passa longe de tocar em qualquer sentimento relacionado ao amor. Na verdade fica a vontade é de correr para longe do filme e tentar esquecê-lo.

Idas e Vindas do Amor

(Valentine's Day)
País: EUA
Direção: Garry Marshall
Roteiro: Katherine Fugate
Elenco: Julia Roberts, Jamie Foxx, Anne Hathaway
Ano: 2010
Duração: 2h05

Você também pode gostar…

  • Leia mais
    The Rocky Horror Picture Show: Let's Do the Time Warp Again
    28.10.2016
  • Leia mais
    O Tesouro
    21.04.2016
  • Leia mais
    I May Destroy You
    01.09.2020
Quadro por Quadro