Resenha │ Norm e os Invencí­veis

31.03.2016 │ 07:00

Norm é um urso polar do Ártico dotado de uma estranha habilidade: ele pode se comunicar não somente com os animais mas também com pessoas. Um dia, depois de consultar seu amigo Sócrates, uma gaivota, Norm percebe que sua terra natal está sendo ameaçada pela chegada dos humanos, que dessa vez não estão vindo somente para turistar mas sim para se estabelecer no Ártico. Temendo pela segurança de todos, Norm embarca em uma jornada com o objetivo de desencorajá-los e proteger todos que vivem nas terras geladas.
norm 1
Animais viajando através dos continentes das formas mais improváveis possíveis não é novidade. Desde o surgimento de Madagascar e outros filmes do gênero ficou difícil inovar no assunto, salve Zootopia: Essa Cidade é o Bicho. Norm e os Invencíveis, que com certeza irá agradar uma parte do público, infelizmente ficou muito semelhante a um desenho animado, com alguns personagens exagerados demais na “atuação” e cenas em que o cenário não está bem desenhado ou animado.
norm 2
A história, apesar de não ser muito original, lembra dos desafios de se equilibrar o progresso e os avanços tecnológicos que possibilitariam, por exemplo, a construção de casas e condomínios no Ártico, com a preservação do local e das espécies de animais que vivem nesses lugares. É sempre interessante pensar em como seria se soubéssemos a versão dessas mesmas situações contadas pelos bichos.
Há uma cena que se destaca quando alguns animais disseram preferir entreter os humanos, partindo da ideia de que “se eles amarem, não vão destruir”. Esperamos que, se algum dia chegarmos a tanto, seja na questão de poder entender esse lado, e não forçá-lo a uma adaptação desnecessária.
Nota:

Norm e os Invencí­veis

()
País:
Direção:
Roteiro:
Elenco:
Ano:
Duração:

Você também pode gostar…

  • Leia mais
    O Hobbit: Uma Jornada Inesperada
    16.12.2012
  • Leia mais
    Reencontrando a Felicidade
    27.05.2011
  • Leia mais
    A Esperança é a Última que Morre
    03.09.2015
Quadro por Quadro