O Duelo │ Resenhas: Quadro por Quadro

O Duelo

19.03.2015 │ 12:28

19.03.2015 │ 12:28

O português Joaquim Almeida e o brasileiro José Wilker duelam verbalmente no longa adaptado do livro de Jorge Amado “Os Velhos Marinheiros ou o Capitão de Longo Curso”.
“O Duelo” começa com a chegada do Comandante Aragão à pacata cidadezinha de Periperi. O referido Comandande conquista os moradores com suas “estórias de pescador”. Querido e totalmente adaptado ao local onde decide passar o resto de sua vida Vasco Moscoso de Aragão (Almeida) se vê em apuros quando Seu Chico Pacheco (Wilker), até então o morador que atraia as atenções dos puxa-sacos de plantão, retorna à cidade e se dá conta que está perdendo seu reinado para um obscuro Capitão.
Desconfiado, Seu Chico, resolve investigar a vida do dito cujo. E descobre um passado totalmente diferente daquele que o impostor narra aos deslumbrados cidadãos da litorânea Periperi. Retorna então à localidade fazendo alarde das falcatruas do Sr. Aragãozinho. Mas não convence totalmente que sua versão dos fatos é verdadeira. Aragão é posto a prova!
Como todo romance de Jorge Amado, embora o roteiro não seja fidedigno ao livro, o desenrolar do filme vai ativando a imaginação do expectador de forma simples e despretensiosa.
A comédia é fácil de se assistir. A trama propicia bom humor e interessa até seu desfecho inusitado. Não é excelente, mas um bom divertimento orgânico.
Sendo o último longa de José Wilker, deixa uma doce lembrança do ator que encarna muito bem o papel de opositor ao protagonista. Quanto menos expectativa tiver, mais satisfeito ficará o expectador.
É singelo, é suave, e atrai a nossa atenção tranquilamente. Traz participações importantes de Tainá Müller (belíssima, por sinal!), Patrícia Pillar, Cláudia Raia, Márcio Garcia, Maurício Gonçalves, Milton Gonçalves e Castrinho (este, ao meu ver, impagável! Embora tenha feito apenas uma pontinha).
Nada mal para um projeto de baixo custo que consegue arrebatar risadas sinceras de todos que assistiram.

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro