Resenha │ O Mundo Fora do Lugar

30.03.2017 │ 11:07

Enquanto lia notícias na internet, Paul (Matthias Habich) se depara com a foto de Caterina, uma cantora de ópera nova-iorquina (Barbara Sukowa, bela e majestosa no papel). O motivo? Ela lembra muito Evelyn, sua falecida esposa. Intrigado, ele resolve compartilhar com a filha, Sophie (Katja Riemann, ótima atuação), que além de cantar em bares, organiza cerimônias de casamento fora dos moldes tradicionais da igreja. Paul lhe faz um pedido inusitado: ir aos Estados Unidos procurar pela “sósia” de Evelyn para tentar convencê-la a visitá-los na Alemanha. Parece bizarro, sei bem disso. Mas quem se lembra de Um Homem de Sorte, baseado no livro do Nicholas Sparks? Pois é, pois é, pois é…

Apesar de ter perdido um trabalho recentemente devido ao apelo político-social de seu repertório e não ser uma filha muito presente (chama Paul pelo nome), Sophie toma a decisão de romper com o namorado e fazer a vontade do pai idoso, indo até Nova York para encontrar Caterina e, quem sabe, desvendar a caótica coincidência. Na cidade americana, ela tem de aguentar as cobranças de Paul, aflito e ansioso, e o desprezo da cantora lírica, excessivamente misteriosa quanto à vida pessoal.
Esta é a premissa de O Mundo Fora do Lugar, cuja direção e roteiro ficaram por conta da veterana Margarethe von Trotta. O filme se destaca pelas sequências de interrogações, dúvidas, equívocos e descobertas que nos remetem aos folhetins de Manoel Carlos, construídas de maneira envolvente e perspicaz, culminando na chave para o sucesso deste drama acentuado. A escolha do elenco é um acerto em cheio! Os atores principais nos seguram e instigam. A personagem Sophie, por exemplo, empenhada na resolução do mistério, nos leva para dentro do longa. Com ela, assumimos o papel de investigadores e espectadores concomitantes. Enquanto vemos o desenrolar da história, ligamos pontos e nos questionamos com hipóteses que ora se confirmam, ora pegam de surpresa.

Esteja preparado para se envolver do começo ao fim. Sua mente certamente criará um milhão de possibilidades, mas o desfecho ainda conseguirá te dar uma rasteira. O drama aqui é inusitado, porém aprazível. É como assistir a um capítulo de novela, mas sem aquele lero-lero. Com certeza vai dar trabalho nos prêmios aos quais for indicado, pois tem atributos de merecedores do Oscar. Quem sabe não esteja entre os melhores estrangeiros no próximo ano? Vou anotar a minha aposta!
Nota:

[wpdevart_youtube]fjS8BItqvLU[/wpdevart_youtube]

O Mundo Fora do Lugar

()
País:
Direção:
Roteiro:
Elenco:
Ano:
Duração:

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro