Resenha │ O Tigre Branco

06.04.2021 │ 06:59

Muitas referências e uma pesada crítica social são jogadas na tela com "O Tigre Branco"

Cinco minutos. É disso que qualquer pessoa disposta a conhecer o filme O Tigre Branco precisa para ficar completamente interessada em sua trama. E não é para menos, o narrador personagem, que conduz o espectador tanto pelo enredo quanto por uma crítica social ao modo de viver indiano, sabe trabalhar o interesse do público como ninguém.

Ainda hoje a Índia vive em um sistema de castas extremamente opressor que é pautado em tradições e religião, essa é base de toda a história do filme. Balram (Adarsh Gouray) é um homem pobre que desde a infância trabalha na casa de chá de sua família. Apesar do que dizem os costumes, ele acredita que pode melhorar sua situação de vida se conseguir se tornar motorista particular. Com muito custo, eventualmente ele atinge seu objetivo, e a partir desse momento sua ambição por querer algo ainda melhor para si, se torna maior. Conforme seus patrões vão precisando dos seus serviços, ele percebe o quão fadado à servidão ele está e como dificilmente sairá desta situação. Ele então elabora um plano ousado para mudar seu destino de forma definitiva.

O Tigre Branco está concorrendo a Melhor Roteiro Adaptado, e concorrendo bem! O roteiro, além de não deixar pontas soltas depois de tantas reviravoltas, conseguiu mostrar um enredo extremamente cativante, que ganha o espectador ao focar na vida do personagem principal e também na diferença que o cenário da história tem com o resto do mundo. Explicando: normalmente, quando temos o herói do filme sendo oprimido pelo sistema da sociedade em que vive, o que ele faz? Vai à luta. Agora, neste caso, isso é quase impossível, porque aquilo que segura o herói no mesmo lugar é a forte crença que ele próprio tem sobre pertencer ou merecer aquela situação. E como muito bem colocado em dado momento do filme “Não há como ganhar um jogo milionário para poder sair daqui”.

Esse trabalho com a trama aliado ao tempo do filme, que é repleto de flashbacks e nem sempre linear, foi o que tornou o longa tão interessante. As cenas são fortes, e o que está sendo contado parece ser nada mais do que a realidade de milhares de pessoas. Uma realidade horrível, sem dúvidas, mas esse talvez seja o trunfo de O Tigre Branco, ele instiga os que olham de fora a se perguntar o porquê de tudo aquilo, como isso pode acontecer e se realmente haverá um final feliz.

O Tigre Branco

(The White Tiger)
País: EUA, Índia
Direção: Ramin Bahrani
Roteiro: Ramin Bahrani
Elenco: Adarsh Gourav, Priyanka Chopra Jonas, Rajkummar Rao
Ano: 2021
Duração: 2h07

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro