Resenha │ Pica-Pau: O Filme

05.10.2017 │ 13:53

Combinando live-action com um CGI de gosto duvidável, Pica-Pau: O Filme chega exclusivamente aos cinemas brasileiros, já que no exterior ele será lançado direto para DVD. O amor do brasileiro pelo passarinho garantiu um papel de destaque para a atriz Thaila Ayala, que já faz sucesso por aqui.
No filme, Pica-Pau tenta impedir que os Walters construam uma casa de campo superluxuosa ao lado de sua árvore. Para isso, cria situações surreais e cartunescas para deixar todo mundo de cabelo em pé! Thaila Ayala, que interpreta Vanessa Walters, a mimada socialite que odeia a natureza, ganha destaque como alvo predileto do passarinho.

No Brasil, o sucesso do Pica-Pau já atravessa décadas. Muitos adultos de hoje foram fãs na infância (alguns ainda são) do pássaro irritante. Por aqui, o passarinho começou a fazer sucesso com desenhos antigos produzidos nos anos 40 e 50. Apresentando traços marcantes e histórias engraçadas, esses desenhos conseguiram resistir ao tempo, e alguns até viraram memes na internet, como o do Pica-pau descendo as cataratas do Niágara.
Uma versão mais moderna do passarinho, O Novo Show do Pica-Pau, chegou ao Brasil nos anos 2000 desagradando os fãs que se acostumaram ao formato “tradicional”. E é nesse pica-pau dos anos 2000 que o filme parece ter se baseado para criar a história e o personagem título do filme.

Infelizmente o gráfico não ajuda. Filmes mais antigos e com menos técnica, mas que também exploram essa mistura de mundo real com animação, como Uma Cilada para Roger Rabbit e Space Jam: O Jogo do Século, conseguem ser melhores e mais interessantes que o modernoso Pica-Pau: O Filme.
O lançamento pode decepcionar fãs antigos, mas pode agradar as crianças, já que as piadas mostradas na história são bem infantis.
Nota:

[wpdevart_youtube]GmPMAUkQUe0[/wpdevart_youtube]

Pica-Pau: O Filme

()
País:
Direção:
Roteiro:
Elenco:
Ano:
Duração:

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro