Tirando o Atraso │ Resenhas: Quadro por Quadro

Resenha │ Tirando o atraso

04.02.2016 │ 13:42

É difícil entender porque alguns atores ótimos, consagrados e premiados às vezes aceitam papéis em filmes tão ruins que dá até dó. Ano passado, para quem não se lembra, Eddie Redmayne, o ganhador do Oscar, fez também o péssimo O destino de Júpiter. Esse é o caso dessa comédia escrachada que por acaso o grande Robert De Niro estrela.
dirtygrandpa_4
Para quem o viu recentemente no incrível e subestimado Um Senhor Estagiário (Tarantino elegeu como melhor filme de 2015, não deixe de assistir), é decepcionante e realmente perturbador vê-lo logo no início em uma cena esdrúxula onde o personagem de Zac Efron, Jason, encontra o “vovô safado” do título original se satisfazendo assistindo a um filme pornô. É uma daquelas cenas que você nunca conseguirá apagar da sua retina.
dirtygrandpa_3
Pois bem, vamos à história. O vovô em questão, com o apropriado nome de Dick Kelly, fica viúvo depois de ter sido casado por 40 anos e pede a seu neto, Jason, que o leve até Boca, na Flórida. O neto está prestes a se casar com uma moça bonita, mas meio controladora; é advogado em uma firma junto com o pai e certinho até dizer chega. Mas o vovô usa a velha carta do “era o que sua avó gostaria que fizesse por mim” e Jason acaba concordando com a viagem.
dirtygrandpa_5
E aí revela-se que o vovô tem planos escusos. Na verdade, ele só quer satisfazer suas necessidades sexuais pegando universitárias novinhas. Jason, por sua vez, fica incrédulo e sem ação, mas logo ele se solta, consumindo bebida, drogas e o que mais vier. Claro que no meio dessa “história” ele encontra um interesse romântico, alguém que encontrou há alguns anos, numa outra vida, onde ele queria ser fotógrafo e viajar o mundo e não fazer coisas banais como fechar acordos. Essa fofa é a Shadia (Zoey Deutch), tão complexa e profunda quanto todos os outros personagens. De brinde, vem a amiga Lenore (Aubrey Plaza), que quer pegar o vovô a todo custo, e um amigo negro e gay, Tyrone (Brandon Mychal Smith) para mais piadinhas. É basicamente isso.
dirtygrandpa_1
O filme tem umas três cenas realmente engraçadas, mas a maioria das piadas é tão incrivelmente perturbadora e sem graça que dá vontade de sair do cinema nos primeiros 20 minutos de filme. Outro aspecto a ser mencionado é a tristeza de uma imagem consolidada de um ator feito Zac Efron, que nos mostrou um ótimo papel no filme Obsessão, mas que não conseguiu sair do estereótipo de ator gato que exibe o corpo e somente isso, em mais da metade deste filme. Não tenho nada contra o cara ficar sem camisa, ainda mais em uma comédia, mas então escrache de vez e não queira apresentar cenas dramáticas e “profundidade” quando não há espaço para isso.
Sim, tente engolir a história do vovô que no fundo se preocupa com o neto. Saudades do Robert De Niro de Entrando Numa Fria. Meu conselho? Se for assistir, assista em DVD, de preferência quando estiver em promoção ou de graça.
Nota:

[wpdevart_youtube]R4k9zvCUwYs[/wpdevart_youtube]

Tirando o atraso

()
País:
Direção:
Roteiro:
Elenco:
Ano:
Duração:

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro