A Incrí­vel Jornada de Jacqueline

29.07.2016 │ 13:51

29.07.2016 │ 13:51

Histórias sobre pessoas e seus adorados animaizinhos de estimação são comuns no cinema. Mas normalmente temos histórias de cães, ou gatos, de vez em quando um porquinho ou um cavalo. E que tal uma vaca? Bom, se é pra ser original, A Incrível Jornada de Jacqueline supera todas as expectativas, com Fatah (Fatsah Bouyahmed), um humilde fazendeiro argelino, e sua vaca, Jacqueline, atravessando a França para chegar a Paris.
01
Mas por que cargas d’água Fatah arrasta sua vaca numa aventura dessas? Bom, este sempre foi o sonho desse simpático senhor: levar sua maravilhosa Jacqueline para participar da Feira de Agricultura de Paris. E ele fica muito feliz quando recebe um convite da organização do evento, apesar de ter que bancar toda a viagem. Mas aí o vilarejo se reúne e decide bancar a aventura, pelo menos a travessia da Argélia para a França. E em Marselha, ele simplesmente decide caminhar, tranquilamente, até Paris.
02
Sim, você leu direitinho, caminhar. São 750 km, ou seja, uma semana caminhando sem parar. Mas Fatah não se importou, e debaixo de chuva, sol e outros imprevistos ele foi. E enquanto caminhava com Jacqueline ele conheceu diversas pessoas que o ajudaram, outras que o atrapalharam um pouco, mas todas que ficaram extremamente tocadas pela aventura.
03
Não dá pra levar o filme muito a sério para poder curtir a experiência. Seus personagens chegam a ser um pouco bobos, mas se for parar pra pensar, quem em sã consciência ia andar com uma vaca toda essa distância? E se você se deixa levar pela aventura de Fatah, que é generoso, bem-humorado, um homem devotado à sua família e religião, mas que está disposto a tudo para realizar seu sonho, você vai curtir o filme. Ele é leve, divertido, emocionante, com cenários maravilhosos do interior da França, música boa e tudo que um filme pra família toda precisa ter.
Nota:

[wpdevart_youtube]ZEZ1YtmzDRw[/wpdevart_youtube]

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro