Os Sonhos de um Sonhador – A História de Frank Aguiar

09.06.2016 │ 07:34

09.06.2016 │ 07:34

Quem é fã de Frank Aguiar com certeza irá assistir ao filme, mas quem não é pode sair bastante frustrado do cinema. O filme biográfico tem ar de novela das seis, e quem não gosta de folhetim talvez não aprecie o que o filme tem a oferecer. Eu, por exemplo, não gosto do gênero.
O roteiro é bastante simples, com cenas redundantes e desnecessárias. A fotografia é limpa demais e falta textura, o filme inteiro fica com uma aparência chapada e monótona. Os cenários são chatos: as paredes são muito bem pintadas, os objetos sempre bem organizados, tudo muito limpo, tudo muito falso.
01OsSonhosdeumSonhador
Quem fez a pesquisa de arte e figurino mentiu que fez. A impressão é que a moda não evoluiu dos anos 70 para cá. Ou o Piauí era muito futurista ou nós estamos bastante atrasados no quesito estilo. Eu não perceberia a passagem de tempo dentro do filme se não fosse pela troca de atores.
O filme tem atores bons e atores ruins. Os bons não servem para o papel. Os ruins também não, mas eu me convenci melhor com eles porque combinavam com a produção em si.
02OsSonhosdeumSonhador
A trilha sonora tem ar de melhores sucessos, o que não quer dizer que funciona. Chico Anysio está no filme, e só por esse motivo eu indicaria assistir Os Sonhos de um Sonhador – A História de Frank Aguiar. Fora isso, não consigo pensar em outro.
Nota:

[wpdevart_youtube]xJZWUzQvh7E[/wpdevart_youtube]

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro