A Caminho da Lua | Quadro por Quadro

A Caminho da Lua

A Netflix concorre ao Oscar também na categoria de animação com o maravilhoso "A Caminho da Lua"

30.03.2021 │ 20:42

30.03.2021 │ 20:42

A Netflix concorre ao Oscar também na categoria de animação com o maravilhoso "A Caminho da Lua"

As plataformas de streaming podem ter demorado um pouquinho para chegar ao Oscar, mas agora que essa barreira foi definitivamente rompida, os concorrentes à estatueta com certeza estão mostrando a que vieram. A Netflix concorre com nada mais nada menos do que 17 filmes, e na categoria de melhor animação, A Caminho da Lua é um forte candidato.

Um dos diretores do longa, Glen Keane, é conhecido por seu trabalho com animações. Sabe quais? Só A Bela e a Fera, Aladdin, A Pequena Sereia, Tarzan, Enrolados e outros. Coincidência serem todos Disney? Nem um pouco, esta é a estreia dele fora da empresa, e aliado à roteirista Audrey Wells e à produtora Peilin Chou, fizeram um ótimo trabalho.

A menina chinesa Fei Fei tem sua personalidade dividida entre o que é mágico e o que é ciência. Tanto que, quando seu pai dá indício de querer se casar novamente, ela desenvolve um plano para ir até a Lua provar que a Deusa Chang’e existe, e assim poder relembrá-lo do amor eterno por sua mãe, desistindo da ideia do novo casamento. A aventura que ela vive é absolutamente maravilhosa, e a trama em si faz um mix lindo de imaginação e vida real, provavelmente por conduzir a história de forma divertida, com algumas músicas, e o principal: cenas que mostram os detalhes mágicos da vida cotidiana, como ganhar um bichinho de estimação. Tudo isso torna o filme perfeito para ser assistido por crianças e também pelo público adulto.

Agora, quando ao Oscar, será que leva? Pode-se dizer que, assim como Soul, esta também é uma história que faz o público analisar a perda de entes queridos e como a vida continua após esses acontecimentos, então é bem significativa e relevante. Além disso, ela mostra as particularidades da cultura chinesa, com suas lendas, costumes, folclore, o que é sempre um ponto positivo na questão da diversidade. Outro ponto é a qualidade da animação, que pode não ser tão rica em detalhes quanto produções de empresas maiores, como a própria Pixar, mas de forma alguma deixa a desejar. Talvez o único ponto negativo seja a quantidade de personagens secundários, que apesar de não atrapalhar completamente o enredo desviam a atenção sem necessidade.

A Caminho da Lua pode não ganhar o Oscar, mas é sim um ótimo filme. Vai divertir, encantar e emocionar como toda boa animação, e isso com um ar leve e descontraído, que sempre traz uma mensagem especial. Vale a pena ver e rever!

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro