Tempestade: Planeta em Fúria │ Resenhas: Quadro por Quadro

Tempestade: Planeta em Fúria

"Tempestade: Planeta em Fúria" lembra os filmes de Sessão da Tarde e vai agradar os menos exigentes

19.10.2017 │ 13:24

19.10.2017 │ 13:24

"Tempestade: Planeta em Fúria" lembra os filmes de Sessão da Tarde e vai agradar os menos exigentes

Os problemas climáticos da Terra pareciam ter chegado ao fim, até o próprio sistema desenvolvido para trazer equilíbrio e garantir a vida no planeta apresenta falhas catastróficas. Essa é a trama de Tempestade: Planeta em Fúria.

Após anos de superaquecimento, terremotos, tsunamis, derretimento de calotas e tantos outros desastres, a humanidade se une em busca de uma solução definitiva. A ideia eleita para ser colocada em prática, é a do design de satélites Jake Lawson (Gerard Butler, de 300). Comandando uma equipe com integrantes de 17 diferentes países, eles constroem uma estação espacial que administra uma rede planetária de satélites capazes de controlar o clima e assegurar que os desastres estejam sob controle. Porém, alguns incidentes chamam a atenção da equipe, e quando a investigação para descobrir a causa desses acontecimentos começa, tudo indica que a maior ameaça ainda está por vir.

A história se passa em um futuro não muito distante, mas mesmo assim, alguns elementos da trama lembram muito os filmes de Sessão da Tarde dos anos 90. São explosões imensas, um draminha familiar, um romance leve, a eminente extinção da humanidade… Só faltaram aliens para serem os culpados. Mesmo assim, com esses clichês todos, ainda existem alguns detalhes que deixam o enredo interessante. O principal são os efeitos especiais, que diferentes de outros filmes que também utilizam o CGI, ficaram bem realistas e para quem assistir a versão 3D, vão passar aquela sensação de imersão nas cenas de maior adrenalina.

Outros dois detalhes são o cenário espacial, que em algumas cenas é realmente a estação da NASA de Orlando e a interpretação de alguns dos atores. Talitha Bateman, por exemplo, que interpreta Hannah Lawson, filha do personagem principal, aparece em poucas cenas, mas não deixa de se destacar. Abbie Cornish também tem seus momentos como a agente do serviço secreto.

Esse é um blockbuster que une um pouco de tudo, aventura, romance, comédia mas vai agradar apenas os menos exigentes.

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro