Um Reencontro

23.07.2015 │ 11:22

23.07.2015 │ 11:22

Um Reencontro não passa disto: Pequenos momentos de risos enquanto você olha um filme plasticamente impecável, mas tão profundo quanto um pires.

O novo filme de Lisa Azuelos, cujo último filme foi a refilmagem americana do seu longa francês Rindo à Toa, reúne a diretora com Sophie Marceau (que também esteve no original francês de Rindo à Toa e foi a Bond Girl de 007 – O Mundo Não é o Bastante).


O argumento é até bacana: Pierre (François Cluzet, de Intocáveis), um advogado casado que sempre coloca a família em primeiro lugar. Elsa (Marceau), uma escritora recém-saída de um divórcio com dois filhos adolescentes. Um relacionamento entre os dois é proibido, mas, desde a primeira troca de olhares, algo mudou na vida dos dois. O casal agora vive em uma outra realidade, onde passado e futuro se misturam, e tudo pode acontecer.

Para dar um clima descontraído para o filme, Azuelos tenta interconectar as cenas com belos cortes, emprestando técnicas de filmes que vão desde Regras da Atração até Moulin Rouge. Esta conexão entre as cenas dão o tom para o filme, mas também sugestionam que os personagens estão profundamente apaixonados.


O filme brinca com vários momentos “E se…”. Montagens que mostram acontecimentos que, num primeiro momento, parecem estar acontecendo, mas depois voltam atrás para mostrar que eram apenas um vislumbre pelos olhos dos personagens, do que “poderia” acontecer.

Azuelos não leva a sério em momento algum os temas que se propõe a abordar no filme. A infidelidade de Pierre e o fato de Elsa estar se tornando uma mãe-solteira não são aprofundados em momento algum pela diretora.


No fim das contas o filme se apóia no carisma de Marceau. Sua aura sexy e divertida consegue deixar de lado até o fato de Cluzet não ser um par pelo qual a bela se apaixonaria. O filme é cheio de clichês, mas fácil de assistir. São 82 minutos de frivolidades para quem não quiser pensar muito no que está assistindo e não ligar de se perguntar ao final “E se… Eu tivesse escolhido outro filme para ver?”.

Nota:

[wpdevart_youtube]1FClnySOnDY[/wpdevart_youtube]

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro