Resenha │ Superman: O Homem do Amanhã

12.09.2020 │ 18:01

A nova animação da DC é tudo que queremos ver sobre Superman.

Um dos maiores desafios da DC tem sido o Superman. O maior herói de todos os tempos, que atravessa gerações e é símbolo da cultura pop, parece nunca encontrar seu caminho nas telas, mesmo com a escalação assertiva de Henry Cavill. A essência de uma aventura otimista, e as vezes até ingênua do universo do personagem, ainda vive na memória dos filmes com Christopher Reeve e até na promissora abordagem de Tyler Hoechlin para o herói na tv. Mas são nos longas de animação que a DC parece sempre se garantir e Superman: O homem Do Amanhã apresenta uma abordagem solar ao herói que nos aproxima de suas fragilidades e dúvidas enquanto se descobre como um símbolo de esperança.

O filme conta uma história de origem bem simplista e objetiva, sem entrar nas mitologias de Krypton a fundo ou qualquer outro detalhe que já foi mostrado mil vezes. Aqui, Clark ainda está em início de carreira, recém chegado em Metrópolis e atua como estagiário no Planeta Diário e também veste sua roupa preta de vigilante para combater as ameaças que surgem. Mesmo ainda sem entender muito bem sua origem, o personagem não se deixa abater e mantém o otimismo, levando uma vida comum que qualquer um de identifica. Esse olhar sobre o personagem é o que mais nos aproxima dele e se torna um ponto importante quando somos apresentados a principal ameaça do filme, o ex-militar Rudy Jones (Brett Dalton), que é exposto a uma substância que o transforma no Parasita. A clássica transformação de Rudy em um monstro, cumpre os requisitos da dualidade de Dr. Jekyll e Sr. Ride e mostra para o mundo que os humanos estão a um passo de se tornarem vilões, tirando o peso negativo dos alienígenas nesse momento.

O material repensa a história de origem clássica, revisitando a essência principal do personagem que parecia esquecida e ainda mais nos tempos atuais se mostra indispensável. Nessa jornada de transformação de vigilante ao poderoso Superman, Clark também conta não só com o apoio incondicional de seus pais terráqueos, mas também com a mentoria do Caçador de Marte (Ike Amadi) que é uma das melhores adições do filme junto, é claro, do anti-herói intergaláctico Lobo (Ryan Hurst), que sem dúvida vai deixar os fãs malucos com todo seu carisma marrento e as boas pancadarias com Superman.

Superman: O Homem do Amanhã

(Superman: The Man of Tomorrow)
País: Estados Unidos
Direção: Chris Palmer
Roteiro: Tim Sheridan
Elenco: Darren Criss, Zachary Quinto, Ike Amadi, Alexandra Daddario
Ano: 2020
Duração: 1h26min

Você também pode gostar…

  • Leia mais
    Paris Pode Esperar
    08.06.2017
  • Leia mais
    Jessabelle - O Passado Nunca Morre
    18.06.2015
  • Leia mais
    O Reino da Beleza
    03.08.2017
Quadro por Quadro