Viver é Fácil com os Olhos Fechados

06.10.2015 │ 12:04

06.10.2015 │ 12:04

De tempos em tempos surgem filmes que possuem personagens tão vívidos e tocantes que te abrem os olhos para sentimentos simples da vida. É o caso de Viver é Fácil com os Olhos Fechados, filme espanhol que se passa em 1966. Ao término dele você só quer seguir seu coração e esquecer das coisas triviais da sua vida.

01ViverEFacilComOsOlhosFechados
Baseado em fatos reais, o filme acompanha um professor de inglês obcecado pelos Beatles (Javier Cámara, de Amantes Passageiros) que sai em uma viagem pela Espanha para tentar encontrar John Lennon enquanto o cantor filmava Como Eu Ganhei a Guerra, de Richard Lester. No caminho ele dá carona à dois jovens — Belen, uma jovem grávida que está escapando de um lar para grávidas indesejadas, e Juanjo, um adolescente que foge de casa em represália ao pai que quer a todo custo que ele corte o seu cabelo levemente comprido como o dos Beatles na capa de Revolver.

Não é sempre na arte cinematográfica que encontramos personagens completos, dramáticos e ainda cômicos ao mesmo tempo, como o professor Antonio, interpretado por Cámara.

02ViverEFacilComOsOlhosFechados
O filme é sutil no sentido mais verdadeiro da palavra. Ele diz mais do que sugere e o faz através de diversas maneiras. Sem se tornar muito explicativo o filme mostra facilmente que a vida não foi fácil para os jovens da época em que retrata, na Espanha de Franco.

O abismo comportamental entre os jovens e o professor de meia idade é palpável, mas esse também não é o foco do filme. É um filme sobre superação e sobre correr atrás de seus sonhos, por mais absurdos que eles possam parecer aos olhos racionais dos outros.

03ViverEFacilComOsOlhosFechados
No final, o título do filme, faz todo o sentido, não só como uma referência arbitrária à música “Strawberry Fields Forever”. Através de Antonio, nós vemos um personagem que vive de olhos bem abertos, e saímos do filme com as esperanças renovadas. Pensando em uma bela vida futura, onde todos poderão se inspirar nesse personagem pleno e também abrir seus olhos para as sutilezas do mundo.

Nota:

[wpdevart_youtube]Ge8xV1YMV2U[/wpdevart_youtube]

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro