Enquanto Somos Jovens

18.06.2015 │ 11:21

18.06.2015 │ 11:21

A um certo momento da vida, todos passamos por momentos de crise profissional, pessoal e no relacionamento. É o que acontece com o casal Josh (Ben Stiller) e Cornelia (Naomi Watts) no filme Enquanto somos jovens. Do alto de seus 40 e poucos anos, ele, um diretor de documentários, e ela, filha de um famoso diretor de documentários (Freud explica rs) e também produtora, repensam sobre o quanto a vida passou rápido diante de seus olhos, como tentaram ter um filho, mas sem sucesso.
O filme abre de forma serena, quase poética, até aquela paz momentânea desmoronar lindamente dois segundos depois e vermos que os dois estão se sentindo peixes fora d’água com seus amigos que acabaram de ter um bebê. Depois de dar uma aula na faculdade, Josh conhece Jamie (Adam Driver) e Darby (Amanda Seyfried), casal na faixa dos 25 anos que parece levar uma vida tão diferente da qual está acostumado, pouco conservadora e ao mesmo tempo resgatando hábitos passados.
Josh e Cornelia passam a conviver com o jovem casal, seduzidos pelo universo rico de referências, experiências e um jeito mais leve de encarar as coisas. Jaime é tão envolvente que você se pega querendo ser amigo do casal hipster que escuta vinis, assiste filmes em VHS, faz seus próprios móveis, lê livros e joga jogos de mesa. O contraste com o casal mais velho chega a ser engraçado, quando vemos eles usuários assíduos da tecnologia, com smartphones, iPads, assistindo ao netflix em suas Smart TVs de LED.
O mais bacana é esse conflito entre gerações, o quanto os personagens estão dispostos a explorar esse novo universo e aprender com eles, embora não concorde com alguns pontos do filme, especialmente no final, quando o comportamento de um dos personagens é justificado por uma única frase “São jovens”, como se toda uma geração pudesse ter atitudes assim e se safar.
Dirigido por Noah Baumbach, ligado ao movimento mumblecore, assim como Jaime seduz Josh para seu mundinho, o filme seduz o espectador, seja por criar uma identificação com os personagens mais velhos, cheios de dúvidas e prontos a experimentar coisas novas – a cena com Naomi Watts dançando é hilária –, seja pela trilha sonora deliciosa (desafio você a tirar da cabeça a música de Paul McCartney) ou os cenários de Nova York que você imediatamente sente vontade de visitar para ontem rs vale muito a pena assistir!

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro