As Falsas Confidências

14.04.2017 │ 10:42

14.04.2017 │ 10:42

O cinema sempre se valeu de belas adaptações de peças de teatro. De Tristão e Isolda temos o ótimo filme Romance (2008); de Shakespeare, inúmeras, desde as mais tradicionais às mais modernas. As Falsas confidências, de Marivaux, é levada ao cinema de maneira leve, cômica e breve, fazendo o espectador querer mais histórias divertidas assim.
A trama se inicia e se concentra principalmente dentro da mansão (aquela varanda, gente, lembra a da Jasmine em tamanho) de Araminte (Isabelle Huppert), viúva dona de uma grande fortuna, o que não parece suficiente para sua mãe, madame Argante (Bulle Ogier). Ela deseja casar a filha com o conde Dorimont (Jean-Pierre Malo), a fim de que ela una o útil ao agradável: dinheiro e nome na sociedade. Entra o jovem Dorante (Louis Garrel), contratado como secretário da moça. Ele cai de amores pela moça e, convenientemente, o criado Dubois (Yves Jacques), que costumava servir a Dorante antes, o ajuda a conquistar a amada.

E então começam as confidências falsas, porém positivas rs o criado Dubois fica responsável por encantar a patroa para que ela se atraia por Dorante – o que não é nada difícil, com Louis Garrel no papel, diga-se de passagem. Araminte vai se encantando pela discrição e doçura de Dorante, além dos bastidores revelados por Dubois. E a trama vai ficando ainda mais divertida quando outra funcionária de Araminte se encanta pelo moço. Cada um dos personagens acaba tendo um motivo pessoal para confidenciar uma ou outra coisa e o enredo se desenvolve com essa espécie de jogo de “gato” e “rato”.
A escolha de elenco foi crucial para a química e carisma dos personagens que percebemos em cena, já que é o mesmo elenco da montagem da peça feita pelo próprio diretor do filme, Luc Bondy, falecido ainda em 2015. Como se não fosse suficiente, o elenco filmou a produção ao mesmo tempo em que encenava a peça, com locações no próprio Teatro Ódeon de Paris!

Difícil dizer quem está melhor, mas Yves Jacques deleita o público como o criado que está por trás das falsas confidências. Isabelle também está ótima mostrando incredulidade e uma certa diversão com o segredo que acredita guardar. E Louis, além de lindíssimo, interpreta bem o moço apaixonado que precisa se desviar de ofertas de casamento. Não deixe de conferir essa produção francesa divertidíssima com a medida certa de humor e intriga.
Nota:

[wpdevart_youtube]bQG6APZDheo[/wpdevart_youtube]

Você também pode gostar…

Quadro por Quadro