Disfarce Divino

Onde assistir
'Disfarce Divino": Um drama policial que desafia dogmas religiosos

Os fãs de terror religioso vão ter que me dar licença hoje, pois o filme, apesar de tratar de dogmas católicos, não é um terror, mas sim um drama policial. E já vou adiantando que Disfarce Divino traz uma história mega interessante e intrigante.

No filme, quando um padre morre, seu maior segredo é revelado: ele era uma mulher. Pronto, se você é católico – nem que seja o tipo fajuto, que corresponde à grande maioria, que só escreve “católico” nos formulários por puro automatismo -, vai saber que aqui já temos um problemaaaaaaaço. Vontade dos bambambãs? Abafar o caso, claro! Mas Charlotte, uma chanceler diocesana, seja lá que diabos isso seja, mas o importante é saber que ela trabalha com o bispo, quer desvendar esse mistério, entender por que essa mulher decidiu ser um padre, correndo sérios riscos de ser pega infringindo uma doutrina da igreja católica.

Na jornada, Charlotte descobre as motivações e como a mulher conseguiu ser padre, ao mesmo tempo em que outra doutrina é debatida: a impossibilidade de um padre se casar e manter uma família.

Eu achei o filme bem redondinho, com temas interessantes e bem trabalhados, sem ser chato nem muito católico. Se tendesse pra esse lado e ficasse falando de fé e blá blá blá eu ia morrer de tédio. Mas como levantaram o tapete pra falar da hipocrisia da igreja católica e questionar essas doutrinas idiotas datadas, eu amei. E recomendo fortemente o filme.

Fui dar uma lida, ao final do filme, sobre como andava o tema da ordenação de mulheres ao sacerdócio. Adivinha? Segundo carta de um papa, o tema não tem discussão, nem à luz das atuais mudanças na sociedade. Ou seja, a igreja acaba, mas doutrinas idiotas são irrevogáveis.

Então bora assistir este filme muito bem feitinho pra ter mais argumento pra falar mal da igreja. E amém.

Você também pode gostar...