X-Men: Fênix Negra

Onde assistir
"X-Men: Fênix Negra" é um filme com poucos méritos ao dar destaque a Jean Grey e sua jornada como a Fênix Negra

X-Men: Fênix Negra é a segunda tentativa de adaptar a icônica saga da Fênix Negra dos quadrinhos, após a história ter sido abordada de maneira resumida em X-Men 3: O Confronto Final.

A trama do filme se concentra em Jean Grey (interpretada por Sophie Turner), que, após ser exposta a uma misteriosa energia cósmica, desenvolve poderes telepáticos e telecinéticos ainda mais poderosos. No entanto, esses poderes se tornam cada vez mais incontroláveis, levando-a a uma luta interna entre sua humanidade e a entidade maligna da Fênix Negra que reside dentro dela. Os X-Men, liderados por Charles Xavier (interpretado por James McAvoy), devem enfrentar a crescente ameaça de Jean Grey e também lidar com a intervenção de uma raça alienígena, os D’Bari, que desejam controlar a poderosa entidade.

Um dos pontos fortes do filme é o desenvolvimento de Jean Grey como personagem central. Sophie Turner entrega uma atuação sólida, explorando a complexidade emocional de Jean enquanto luta para controlar seus poderes e lidar com seu passado traumático. A exploração da dualidade entre o lado humano e o lado sombrio da Fênix Negra oferece um elemento de profundidade à narrativa.

Além disso, as cenas de ação e efeitos visuais são bem executadas e empolgantes. A sequência do trem, em particular, é uma das cenas de ação mais interessantes do filme, demonstrando os poderes impressionantes de Jean Grey e a capacidade de trabalho em equipe dos X-Men.

No entanto, X-Men: Fênix Negra também enfrenta desafios. Há uma forte sensação de déjà vu, pois a história da Fênix Negra já foi mostrada anteriormente na franquia. Além disso, o filme parece, novamente, apressado em alguns pontos, talvez devido às dificuldades enfrentadas durante a produção, dada a compra da Fox pela Marvel.

Há uma falta generalizada de inovação na narrativa, e embora tenha seus méritos, o filme também enfrenta o desafio de encerrar a franquia X-Men de maneira satisfatória, uma vez que os personagens devem ser incorporados ao Universo Cinematográfico Marvel.

X-Men: Fênix Negra é um filme com poucos méritos ao dar destaque a Jean Grey e sua jornada como a Fênix Negra, com algumas boas cenas de ação e efeitos visuais. No entanto, ele deixa a sensação de familiaridade e a também deixa transparecer pressão de encerrar a franquia original dos X-Men. Como uma despedida para essa versão dos personagens, o filme tem seus momentos aqui e ali, mas não atinge o nível de grandiosidade que se esperava.

Conheça os demais filmes da franquia

Clique nos pôsteres para ler nossa crítica sobre o filme.

X-MEN: O FILME
(2000)

X-MEN 2
(2003)

X-MEN 3: O CONFRONTO FINAL
(2006)

X-MEN ORIGENS: WOLVERINE
(2009)

X-MEN: PRIMEIRA CLASSE
(2011)

WOLVERINE - IMORTAL
(2013)

X-MEN: DIAS DE UM FUTURO ESQUECIDO
(2014)

DEADPOOL
(2016)

X-MEN: APOCALIPSE
(2016)

LOGAN
(2017)

DEADPOOL 2
(2018)

X-MEN: FÊNIX NEGRA
(2019)

OS NOVOS MUTANTES
(2020)